Home
:: www.imebi.com.br ::

No início do século passado acreditava-se que, com os avanços da tecnologia, iríamos trabalhar cada vez menos e teríamos mais tempo para o lazer e a família.

Ocorreu exatamente o contrário. Para sobrevivermos no dia-a-dia, seja no trânsito, seja no trabalho, precisamos ter reflexos rápidos e pensar de forma acelerada para dar o próximo passo. 

A maioria das pessoas acumulou mais tarefas, fica ligada 24 horas por dia e vive angustiada num emprego que não sabe por quanto tempo será capaz de manter. 

Dessa forma, deixamos de combater o inimigo que pensávamos estar no exterior, para buscá-lo, dentro de cada um de nós.  Esse inimigo tem a cara do sucesso, mas trás uma carga de stress imensurável. Tem jeito de criança, mas já vem marcado com vincos profundos que ferem a alma. 

Assim, a deterioração de nosso organismo se percebe inexorável! Como lutar contra a produção excessiva de adrenalina, e como conseqüência, de radicais livres? Os radicais livres, aliados à idade, a diminuição dos níveis hormonais, a alimentação nem sempre balanceada, e muitas vezes esquecida, a tensão e uma certa pitada de depressão ou ansiedade, agem baixando os níveis de oxigênio.  E ainda vem alguém falar que é saudável praticar exercícios regularmente! "Onde é que eu vou achar tempo, energia e disposição para isso?" É preciso pensar que o maior bem que possuímos é o nosso organismo e, mesmo assim, deixamos a saúde escapar por entre os dedos.

Temos que buscar um equilíbrio interno que seja por inteiro. De nada adianta fazer relaxamento, exercícios ou meditação se a nossa alimentação, digestão e absorção estão comprometidos, o nível de oxigenação celular é menor que o ideal, o meio intracelular não está em equilíbrio e se enzimas, vitaminas, minerais, oligoelementos e micronutrientes estão em desequilíbrio e não permitem um funcionamento adequado.  Sabemos que a partir dos 40 anos é notória a queda de todo o eixo hormonal. Para termos longevidade com qualidade, devemos pensar em cada um dos itens aqui citados e cuidarmos da reposição hormonal de maneira fisiológica, para que possamos buscar o retorno da qualidade de funcionamento do organismo sem que se corram riscos.

A Medicina Biomolecular faz isso por você!

Clique e leia:

- Dicas para ter uma Vida Saudável



 
Home Voltar Topo Imprimir


Desenvolvimento e Hospedagem de Sites