Home
:: www.imebi.com.br ::

A Nutrologia é uma especialidade médica clínica voltada ao diagnóstico, prevenção e tratamento de enfermidades nutricionais. Médicos Nutrólogos também orientam sobre a alimentação para melhora energética, correção do peso e aumento da longevidade, estudando os benefícios e malefícios para a saúde, dos nutrientes existentes nos alimentos. 
A alimentação e nutrição são imprescindíveis à vida de todos os seres, razão pela qual a Nutrologia tem ação de considerável importância na maioria dos setores que regem o crescimento, desenvolvimento e a saúde dos indivíduos, o que torna a função do Nutrólogo de excepcional valia e larga amplitude nas várias áreas abrangidas por esta especialidade. 

Na prática clínica, a Nutrologia se associa a outras especialidades médicas (Endocrinologia, Gastroenterologia, Medicina Esportiva...) e a profissionais não médicos, como, nutricionistas psicoterapeutas, profissionais de Educação Física, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. 

Princípios de Nutrição: 

Os nutrientes fornecem energia e "matéria-prima" para o crescimento e desenvolvimento dos seres vivos. Processos bioquímicos e fisiológicos determina maneira pela qual os nutrientes tornam-se parte integrante do organismo e contribuem para seu funcionamento. A maioria dos nutrientes presentes nos alimentos encontra-se em partículas grandes que não podem ser absorvidas no intestino, devido ao seu tamanho ou por não serem hidrossolúveis. O aparelho digestóreo é responsável pela redução das moléculas grandes em menores, possibilitando que sejam absorvidas. A aparência, o odor, o paladar e aspectos emocionais possuem impacto na digestão do alimento, no que tange às secreções de saliva, de suco gástrico e atividade muscular do trato gastrointestinal. Refeições pequenas e freqüentes podem ser mais facilmente digeridas do que grandes refeições em grandes intervalos de tempo. A possibilidade de obter os nutrientes necessários ao organismo depende da quantidade e da diversidade de alimentos ingeridos. A alimentação diária deve, então, seguir as seguintes "Leis da Nutrição": 

"Lei da Quantidade": 
A quantidade de alimentos deve ser suficiente para cobrir as exigências energéticas do organismo. A distribuição das calorias deve ocorrer entre alimentos com função reguladora, plástica e energética.

"Lei da Qualidade": 
A alimentação diária deve conter todos os nutrientes. 

"Lei da Harmonia": 
As quantidades dos diversos nutrientes que integram a alimentação devem guardar uma proporção entre si. 

"Lei da Adequação": 
A alimentação deve adequar-se aos hábitos individuais, situação econômico-social e aspectos clínicos individuais.



 
Home Voltar Topo Imprimir


Desenvolvimento e Hospedagem de Sites